Home O SIMESP Serviços Financeiro Comunicação Notícias e Eventos Contato Links
Simesp
Área do Médico

Associe-se Atualize seus dados Faqs Certidão de Quitação
Comunicação
 


   Editoria: De: Até:    

19/04/2017
Servidores municipais de Ribeirão Preto estão em greve há 21 dias
 

SIMESP
A greve dos servidores municipais de Ribeirão Preto, cidade a 336 quilômetros da capital paulista, completa 21 dias nesta quarta-feira, 19. Os funcionários públicos entraram em greve contra a proposta de reajuste 0, anunciada pelo prefeito Duarte Nogueira. Depois de várias reuniões de negociação, a prefeitura apresentou uma proposta de reajuste de 4,69%, que seria dividido em duas parcelas (sendo a primeira em março e outra em setembro).

O índice foi rejeitado em assembleia. Os servidores querem reajuste integral. A data-base do funcionalismo público de Ribeirão Preto é 1º de março e a categoria reivindicava, inicialmente, reajuste de 13%.

O Sindicato dos Médicos de São Paulo (Simesp) está apoiando a greve organizada pelo Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto, Guatapará e Pradópolis. “A participação do Simesp é efetiva nesta greve. Temos visitado as unidades de Saúde para prestar orientações de como os médicos servidores devem proceder durante a greve”, explicou Ulysses Strogoff, diretor-presidente da regional do Sindicato em Ribeirão Preto.

Helena Lugão, delegada do Simesp em Ribeirão Preto, conta que a adesão à greve na área da saúde é grande. “A maioria das unidades aderiu em 100% e estão apenas com atendimento de urgência e emergência”, relatou.

Liminares
A administração da cidade entrou com vários pedidos de liminar para desmobilizar a greve, entre os que foram atendidos, segundo o sindicato dos servidores, está a determinação da juíza da 2ª Vara da Fazenda Pública, Luísa Helena Carvalho Pita, para que 80% dos servidores voltassem as atividades seguindo uma escala de trabalho que deveria ser entregue pela prefeitura. Contudo, a prefeitura não cumpriu o prazo de entrega de tal documento e, por isso, a juíza cancelou a audiência de conciliação que estava agendada para ontem, 18 de abril, às 14h, quando validaria a escala.

Leia também:

Carta aberta do comando de mobilização do Simesp aos médicos servidores municipais de Ribeirão Preto

Após debate sobre violência nas Unidades de Saúde de Ribeirão Preto, secretário de Saúde avalia implantar Programa Acesso Mais Seguro na cidade




Siga-nos

Fan page: https://www.facebook.com/simespmedicos

Youtube: https://www.youtube.com/simespmedicos



Voltar



O SIMESP Serviços Financeiro Comunicação Notícias e Eventos Contato  Links
- Diretoria
- Regionais
- Estatuto
- Processo Eleitoral
- Perguntas frequentes (FAQ)
- Associe-se
- Atualize seus dados
- Assessoria Jurídica
- Processos online
- Campanhas Salariais
- Convenções Coletivas
- Cálculo de I.R.
- Homologação
- Banco de Empregos Médicos
- Banco de Imóveis da Saúde
- Mural de Devedores
- Simesp+
- Tipos de Contribuição
- Calendário de Cobrança
- Certidão de Quitação
- TV Simesp
- Revista DR!
- Jornal do Simesp
- Simesp Esclarece
- Movimento Médico
- Simesp na Midia
- Cultura e Arte

Sede: Rua Maria Paula, 78 - 1º ao 4º Andar | São Paulo - SP | Cep: 01319-000 | Fone: (11) 3292-9147 - | Fax: (11) 3107-0819