Home O SIMESP Serviços Financeiro Comunicação Notícias e Eventos Contato Links
Simesp
Área do Médico

Associe-se Atualize seus dados Faqs Certidão de Quitação
Comunicação
 


   Editoria: De: Até:    

12/03/2018
Santa Casa de São Paulo faz novas demissões e desestrutura serviços importantes

Serviço mais atingido foi o Centro de Atenção Integrada à Saúde Mental, que fica na Vila Mariana, zona sul de São Paulo

SIMESP
A direção da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo começa o mês de março com novas demissões, desestruturando completamente o seu departamento de psiquiatria. Dois terços dos médicos psiquiatras (cerca de 25 profissionais) foram demitidos, além de enfermeiros e psicólogos. O serviço de psiquiatria da Santa Casa ficava concentrado no Centro de Atenção Integrada à Saúde Mental (Caism), na Vila Mariana, zona sul de São Paulo. Segundo denúncias recebidas pelo Sindicato dos Médicos de São Paulo (Simesp), os pacientes que ali eram atendidos receberam alta e agora estão sem acompanhamento psiquiátrico.

O Caism funcionava em um prédio do Governo do Estado de São Paulo, que também financiava o serviço prestado pela Santa Casa. Atualmente, o Caism passou a ser administrado pela Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM), que trouxe os pacientes e os profissionais do departamento de psiquiatria da Escola Paulista de Medicina (EPM), ligada à Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). “Antes, a rede de saúde mental contava com dois serviços distintos: da EPM e da Santa Casa de São Paulo. O serviço da Santa Casa foi extinto e o pronto-socorro e enfermaria de psiquiatria da EPM apenas mudaram de endereço. Então, de fato a rede perdeu um serviço de psiquiatria e o governo do Estado de São Paulo precisa se posicionar sobre isso”, salienta Eder Gatti, presidente do Simesp.

Gatti ainda reitera que o departamento de psiquiatria da Santa Casa era um dos principais serviços dessa especialidade no estado. Além disso, contribuía com a formação de novos profissionais para o Sistema Único de Saúde (SUS). Com o colapso do serviço de psiquiatria da Santa Casa, cerca de 40 médicos residentes em formação ficarão sem campo para estágio.

Desrespeito aos direitos trabalhistas

Os profissionais demitidos pela Santa Casa foram assediados para que abrissem mão do recebimento das verbas rescisórias, conforme determina a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). “Segundo as denúncias que recebemos, a Santa Casa está induzindo os médicos a assinarem ‘acordo’, para que aceitem receber menos pelas demissões. Este é um exemplo de perda de direitos provocado pela reforma trabalhista”, explica Gatti e completa: “Mais uma vez a Santa Casa transmite aos seus funcionários o fardo de sua crise financeira, gerada por administrações ruins.”

Crise
Quando se deram as primeiras demissões em 2018, no começo do mês de fevereiro, os médicos informaram que as internações estavam bloqueadas e alguns procedimentos e serviços suspensos. Os médicos ainda denunciam a falta de recursos humanos e insumos básicos, como seringas. “Infelizmente, falta transparência na gestão da Santa Casa, o que dificulta sabermos qual é a real situação da instituição”, salienta o presidente do Simesp. “A conta da dívida é paga pelos trabalhadores com demissões e privações de direitos, e pela população, que sofre com a falta de assistência à saúde. É um desrespeito com àqueles que pagam impostos para manter a Santa Casa”, avalia Gatti.

Leia também: 
Simesp disponibiliza o departamento Jurídico para atendimento aos médicos demitidos do Caism

Siga-nos

Fan page: https://www.facebook.com/simespmedicos

Youtube: https://www.youtube.com/simespmedicos


Voltar



O SIMESP Serviços Financeiro Comunicação Notícias e Eventos Contato  Links
- Diretoria
- Regionais
- Estatuto
- Processo Eleitoral
- Perguntas frequentes (FAQ)
- Associe-se
- Atualize seus dados
- Assessoria Jurídica
- Processos online
- Campanhas Salariais
- Convenções Coletivas
- Cálculo de I.R.
- Homologação
- Banco de Empregos Médicos
- Banco de Imóveis da Saúde
- Mural de Devedores
- Simesp+
- Tipos de Contribuição
- Calendário de Cobrança
- Certidão de Quitação
- TV Simesp
- Revista DR!
- Jornal do Simesp
- Simesp Esclarece
- Movimento Médico
- Simesp na Midia
- Cultura e Arte

Sede: Rua Maria Paula, 78 - 1º ao 4º Andar | São Paulo - SP | Cep: 01319-000 | Fone: (11) 3292-9147 - | Fax: (11) 3107-0819