Home O SIMESP Serviços Financeiro Comunicação Notícias e Eventos Contato Links
Simesp
Área do Médico

Associe-se Atualize seus dados Faqs Certidão de Quitação
Comunicação
 


   Editoria: De: Até:    

03/05/2019
Profissionais do Mais Médicos paralisarão atividades no dia 8 de maio

Greve será porque população poderá ficar sem o serviço a partir de setembro, já que a Prefeitura de SP não renovou contratos que vencerão em junho e agosto

SIMESP
Os contratos de cerca de 50 profissionais do Programa Mais Médicos, que atuam em Unidades Básicas de Saúde (UBSs) no município de São Paulo, ainda não foram renovados pela prefeitura, o que pode gerar desassistência a cerca de 200 mil pessoas a partir de setembro, já que os contratos vencerão em junho e agosto. Por essa razão, os médicos do programa paralisarão os atendimentos na próxima quarta-feira, dia 8 de maio, e farão ato em frente à Secretaria da Saúde no mesmo dia, às 9h.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Médicos de São Paulo (Simesp), apesar de a entidade ter críticas ao modelo do programa, a população não pode ficar desassistida, pois o quadro de profissionais já é deficitário na Atenção Primária à Saúde (APS) da cidade. “A Lei do Mais Médicos permite contratações precárias e dificulta o acesso à Justiça do Trabalho. Em contrapartida, os médicos que participam do programa realizam mensalmente 20 mil atendimentos diversos e a população não pode arcar com o ônus de não ter esses profissionais e ficar desassistida. Caso os contratos não sejam renovados, os moradores das periferias serão os mais prejudicados.”

Em carta aberta à população, os profissionais do Mais Médicos explicam que têm a capacidade de solucionar os problemas de saúde da população em até 80% dos casos, mas que isso pode acabar por causa do descaso do prefeito Bruno Covas. “Apesar da insistência dos profissionais em dialogar, não houve nenhuma resposta concreta da prefeitura... Nós, médicos, pedimos para manter o atendimento e cuidado com pessoas de nossas comunidades.”

Sobre o Mais Médicos na cidade de São Paulo
Mensalmente, os médicos do programa realizam mais de 700 consultas de pré-natal e mais de 450 consultas de puericultura (crianças de até 2 anos) no município. Eles atendem em áreas como ginecologia, pediatria, saúde do idoso e saúde do homem. São realizados grupos de saúde da mulher, diabéticos, hipertensos, exercícios, saúde mental, tabagismo, saneamento básico, planejamento familiar e redução de danos para usuários de álcool e drogas. São também feitos procedimentos como a colocação do DIU (Dispositivo Intrauterino) e visitas às casas dos pacientes.

Apesar de o Mais Médicos ser uma iniciativa Federal, neste caso, especificamente, a responsabilidade pelos contratos e pagamento da bolsa e da ajuda de custo dos médicos é da prefeitura, por Acordo de Cooperação para ampliar o programa.


Siga-nos

Fan page: https://www.facebook.com/simespmedicos

Youtube: https://www.youtube.com/simespmedicos



Voltar



O SIMESP Serviços Financeiro Comunicação Notícias e Eventos Contato  Links
- Diretoria
- Regionais
- Estatuto
- Processo Eleitoral
- Perguntas frequentes (FAQ)
- Associe-se
- Atualize seus dados
- Assessoria Jurídica
- Processos online
- Campanhas Salariais
- Convenções Coletivas
- Cálculo de I.R.
- Homologação
- Banco de Empregos Médicos
- Banco de Imóveis da Saúde
- Mural de Devedores
- Simesp+
- Tipos de Contribuição
- Calendário de Cobrança
- Certidão de Quitação
- TV Simesp
- Revista DR!
- Jornal do Simesp
- Simesp Esclarece
- Movimento Médico
- Simesp na Midia
- Cultura e Arte

Sede: Rua Maria Paula, 78 - 1º ao 4º Andar | São Paulo - SP | Cep: 01319-000 | Fone: (11) 3292-9147 - | Fax: (11) 3107-0819